Segunda, 04 Abril 2016 20:23

Nutrição Esportiva: otimização de resultados, saúde e bem-estar, qualidade de vida e performance.

Escrito por  Equipe de Gestão de Mídias Sociais - Pegasus Web Sulution
Avalie este item
(0 votos)

No Brasil, a nutrição esportiva,está muito muito difundida na mídia, o que deixa a população curiosa por informações mais técnicas e embasadas.

Segundo a Associação Brasileira de Nutrição Esportiva (ABNE), o profissional de nutrição especializado em esporte tem como objetivo desenvolver uma alimentação voltada para as necessidades clínicas do paciente, e ser ainda mais específico junto às questões e aspectos que envolva seu desempenho.

A maioria das modalidades esportivas, que requerem certo grau de competitividade, conta com um nutricionista esportivo, que atua na melhora do rendimento de treinamento, na recuperação entre sessões, na prevenção de lesões, na prevenção de doenças respiratórias que tiram o atleta da programação de treinamento, manutenção e controle do peso, ganho de volume muscular, entre outros.

Um erro cometido é pensar que qualquer profissional de nutrição prescreve suplementação sem ter base no que está fazendo, pois para isso, é importante não apenas entender o estilo de vida e as características físicas e fisiológicas do mesmo, mas conhecer os diversos tipos de modalidades esportivas para elaboração do plano alimentar e indicação eficiente da Suplementação Esportiva. E ainda, é fundamental realizar uma especialização em Nutrição do Esporte para poder atuar com mais segurança e sabedoria.

Segundo a Resolução do CFN 390/2006, que regulamenta a Prescrição dietética e de suplementação pelo Nutricionista, visa garantir através da Ingestão Diária Recomendada (IDR) a quantidade adequada de proteínas, minerais e vitaminas, quando houver a suplementação esportiva, que esta, seja adequada ao plano alimentar, bem como delimite a quantidade e período de utilização pelo indivíduo.

Para a elaboração do plano alimentar de um esportista, é necessário realizar uma avaliação nutricional completa que consiste em:

  • Avaliação da composição corporal (percentual de gordura e massa magra).
  • Avaliação dos hábitos alimentares.
  • Avaliação de sinais e sintomas clínicos.
  • Avaliação de exames laboratoriais e do uso de medicamentos (se houver).
  • Avaliação do estilo de vida.
  • Avaliação do tipo de atividade física realizada, período de duração, intensidade, frequência, período do dia, objetivos (estéticos, melhoria na performance física, dentre outros).

O nutricionista é o profissional habilitado para a elaboração do plano alimentar personalizado, levando em consideração os fatores citados acima. As orientações nutricionais básicas válidas para qualquer modalidade esportiva são:

  • Ficar atento à hidratação.
  • Fracionar as refeições ao longo do dia (em média 6 refeições ao dia em um intervalo de 3 em 3 horas e, em alguns casos, de 2 em 2 horas).
  • Realizar refeições pré e pós-treino (a refeição pré-treino tem como objetivo fornecer energia para o exercício e evitar a fadiga que consequentemente leva à queda no desempenho. A refeição pós-treino favorece a recuperação muscular e a reposição dos nutrientes perdidos durante o exercício).
  • Consumir frutas e hortaliças, pois são fontes de fibras, vitaminas, minerais e compostos funcionais, responsáveis por melhorar o funcionamento intestinal e a imunidade, além de participar da contração muscular e ter função antioxidante (que previne a lesão das células).

Em alguns casos, pode ser necessária a inclusão de suplementos alimentares como hipercalóricos, BCAA, whey protein, polivitamínicos, termogênicos, dentre outros. O uso de suplemento deve ser bem orientado, já que não substitui uma alimentação equilibrada e quando mau usado pode acarretar em consequências, como sobrecarga renal.

Na maioria dos casos, uma alimentação equilibrada é suficiente para atender as necessidades nutricionais do praticante de atividade física, mas é importante ressaltar que a suplementação esportiva principalmente falando do Whey Protein, BCAA’s (Aminoácidos de cadeia Ramificada como a leucina, isoleucina e valina) , Waxy maize e glutamina, fazem parte de uma melhora significativa no rendimento e principalmente recuperação do treinamento.

Lembrando que para atletas, como por exemplo um maratonista, é imprescindível adequar o plano alimentar com a suplementação , pois devido a carga de treinamento intenso, desgaste físico e muscular, desidratação, entre outros, o atleta deve ter na complementação da alimentação os suplementos pré, durante e pós treino para potencializar seu tempo, melhorar a recuperação muscular, repor macro e micronutrientes e evitar lesões. A utilização do carboidrato em gel(lembrando que o estoque de glicogênio hepático e muscular durante uma competição ou treino intenso se esgota rapidamente e o maratonista precisa manter o pico de energia e retardar a fadiga muscular). Ainda, devido o suor excessivo, o mesmo necessita hidratar e repor os eletrólitos (Sódio e Potássio principalmente), e estando em movimento a suplementação com bebidas isotônicas torna-se prática e totalmente eficiente para que o atleta complete sua prova mantendo o máximo de desempenho.

Lembre-se: variedade, equilíbrio e moderação são os preceitos para uma alimentação saudável, que consequentemente garantirá uma boa performance física. O Nutricionista Esportivo é membro fundamental para melhorar a qualidade dos praticantes de atividade física e atletas, visando a melhora da Saúde e Desempenho.

Ler 3302 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Atendimento

Dr. Fernando Carvalho

Fixo: (21) 2492-1432 | (21) 3506-3350 
 WhatsApp: +55 (21) 99528-5640


CLÍNICA MÉDICA EM COPACABANA
Avenida Nossa Senhora de Copacabana 783 - 3º andar - Copacabana, Rio de Janeiro, RJ